21/12/2009

Balanço final

O ano termina (tá, até parece que eu descobri a América...)


Nada de muito importante se deu no meu mundo exterior. Não comecei novos projetos, não procurei nenhuma promoção no trabalho, não comecei o sem número de cursos que gostaria de fazer e isso poderia dar a impressão de que não caminhei pra lugar algum.


Ledo engano.


As coisas aconteceram, só que dentro de mim. Este foi o ano que chamei de reflexivo. Talvez não por livre e espontânea vontade, mas foi importante. Foi preciso até.


Às vezes a gente tem que parar e se colocar no eixo. Reordenar tudo. Entender e aceitar as próprias limitações. Ver os erros e os acertos. Ver o que não gosta e o que gosta. Definir limites, entender até que ponto se está disposto.


Não é simples, não é tão fácil como parece ao falar, ninguém passa incólume por isso. É um processo feito de quedas e superações, de erros e de acertos, de lágrimas e sorrisos que ainda não terminou e que não termina.


...step by step... day by day.


Encerro o ano me sentindo mais forte e mais capaz do que quando entrei nele.

2 contracenaram:

Carla Martins disse...

Vim te desejar um Feliz Natal e um 2010 maravilhoso! Amanhã viajo e só volto dia 04...até a volta!

beijos!

Olavo disse...

” A alma é invisível,
Um anjo é invisível,
O vento é invisível,
o pensamento é invisível, e,
no entanto, com delicadeza,
se pode enxergar a alma,
se pode adivinhar o anjo,
se pode sentir o vento,
se pode mudar o mundo com alguns pensamentos.”

Boas festas...

Olavo.