19/04/2010

Palimpsesto

As palavras me encantam. Desde sempre foi assim.
A principio me encantava a sonoridade, depois os significados e mais tarde o poder que elas tinham. Há analgésico mais poderoso ou arma mais letal? Assim que às vezes eu me ponho a pensar sobre elas.
Dias desses, enquanto eu trabalhava, uma palavra me pulou à cabeça: Palimpsesto.
Não sei de onde ela veio, nem porque me lembrei, mas ali estava ela.
Palimpsesto é uma palavra que deriva do grego e significa algo como riscar de novo. Era um pergaminho que era raspado para se escrever de novo, por cima, o que não escondia de fato a inscrição anterior, ainda era possível alguma visualização (bom, isso numa definição bastante pobre).
Desde que tomei conhecimento dessa palavra, e confesso, há poucos anos enquanto lia um livro que já não me lembro qual, achei engraçado como a vida me parecia um palimpsesto. De tempos em tempos precisamos raspá-la para que outras histórias possam ser escritas, para ceder lugar a novos capítulos. Mas embora possamos escrever e reescrever quantas vezes forem necessárias, o que anteriormente estava ali não foi apagado, não está perdido. Só está mais internalizado, com a leitura mais dificultada, mas está ali, gravado.
Todos os signos já escritos ficarão conosco, não importa o quão esmaecidos pareçam ou o quanto gostariamos que não estivessem.

12 contracenaram:

Pelos caminhos da vida. disse...

Obrigada pelo voto.

Ótimo dia pra vc.

beijooo.

Pelos caminhos da vida. disse...

"CAMINHANTE, NÃO HÁ CAMINHO,
O CAMINHO É FEITO AO ANDAR.
AO ANDAR SE FAZ O CAMINHO
E AO OLHAR PARA TRAZ,
SE VÊ A SENDA QUE NUNCA
SE VAI VOLTAR A TRILHAR.
CAMINHANTE NÃO HÁ CAMINHO,
SOMENTE RASTROS NO MAR"

(Antonio Machado).

Um bom dia pra vc.

beijooo.

Carla Martins disse...

Viendo e aprendendo....dessa eu não sabia. Que palavra mais linda!!!! :)

Floooor, meu um ano de blog ta chegando....e junto com ele a promo de aniversário ta acabando...to ansiosa! :)

beijos

Eu e a solidão disse...

A palavra é nova, pra mim, mas tem um significado tão belo se adotado como verdade pra vida, pois as lições aprendidas jamais serão esquecidas, mesmo que o tempo passe, que tentemos apagar, alguma coisa restará...

Beijos

Pelos caminhos da vida. disse...

MOMENTO DE AGRADECIMENTO.

É muito gratificante cada vez que abro a página do meu espaço e encontro meus amigos por aqui.
Cada visita, cada comentário, mesmo que seja um simples OI me dá uma satisfação grande em continuar abri-la diariamente.
Vocês enriquecem meus dias.
Me esforço a cada dia para somar emoções com vocês, e as vezes nem respondo à altura.
A quase dois anos de blog, cresci muito, aprendi muito, devo isso a todos vocês meus amigos e seguidores.
Não importa o sexo, religião, valores e sim a dedicação diária em comentarem no blog.
Tenho um respeito enorme por vocês.
Obrigado por vocês existirem.
Obrigado a todos vocês amigos e seguidores que votaram no meu blog. Se ele chegou até aqui devo tudo isso a vocês.
Obrigado por vocês caminharem junto comigo "Pelos Caminhos da Vida".
Vamos aguardar a próxima votação.

Ana.

Fique com Deus.

beijooo.

Rafael Castellar das Neves disse...

É...muita coisa aqui para se considerar com calma...gostei...tb não conhecia!

[]s

Jullyane disse...

Adorei a metáfora, Taís, realmente a vida não dá pra ser reescrita, na melhor das hipóteses, consertada.

Beijos e bom fds!

A.S. disse...

Belo texto Taís!
Deixo-te um beijOOO...

AL

Gerly disse...

Concordemos que não é uma palavra simples assim! Mas sem dúvida cheia de significado.

Mais uma pro meu vocabuçário!

Beijokas, Taís!

:o)

Claudia disse...

Te achei novamente, que bom!

E adorei conhecer a nova palavra, pr mim, e seu significado.
Concordo plenamente, precisamos, as vezes, apagar histórias que não interessam mais ou que já estam pouco visíveis para colocar uma nova no lugar.
bjs

José Sousa disse...

Gostei muito do que escreves. Meu Deus, tanto sentimento?! E eu que pensava que estava sozinho no mundo na questão de sentimentos. O sentimento é coisa que faz sentir sofrimento e felicidade. Mas, infelismente, o meu, tem-me levado mais para o lado do sofrimento! Queria encontrar o caminho da felicidade mas não o encontro! Já fiz de tudo e em vão. Va até meus blog's: www.congulolundo.blogspot.com
www.quriaserselvagem.blogspot.com
Um abração

Alvaro Vianna disse...

Luiz Fernando Veríssimo escreveu algo semelhante sobre o poder de uma palavra de significado desconhecido. No caso dele, "defenestrar" (atirar alguém ou algo pela janela).
Penso que não seja possível defenestrar um palimpsesto, logo, tendo a concordar com as tuas conclusões.