03/03/2011

Tus manos son mi caricia...


Digam o que disserem, que é romantismo tolo ou coisa de mulherzinha, mas eu acho lindo encontrar um casal de velhinhos que ainda andam de mãos dadas. Acho mesmo, de verdade. Sorrio automaticamente à visão.

Acho bonito todo casal que anda de mãos dadas. Para mim é um símbolo de união, de companheirismo, de cumplicidade, de intimidade. É querer estar mais próximo do que só ao lado. Mas pelos velhinhos tenho uma afeição especial. 

Eles me fazem sentir que há amores que podem durar uma vida inteira. Que dois universos, diferentes, podem querer, por toda uma vida, existirem juntos. Que mesmo com toda e qualquer diferença, se sabem um do outro. Que apesar dos tantos anos de convivência, ainda há carinho e mais, demonstrações desse afeto. Que o amor venceu o tempo.

Cumplices, atravessaram a vida de mãos dadas.

...y en la calle codo a codo
somos mucho más que dos...

3 contracenaram:

Mary disse...

Oi Taís!...também penso assim...e hoje em dia está tão difícil ver relações duradouras não é?...lamentável.
Bjs

Jefhcardoso disse...

Taís, compartilho o seu sentimento. Acredito que casais que apresentam o carinho, o zelo, o sentimento, quando já maduros, são pessoas para além das fantasias, são pessoas para a realidade fantástica, tão rara em nossos dias.

Toma e lê: http://jefhcardoso.blogspot.com/

“Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso.” (Jefhcardoso)

Dribook disse...

Obrigada pelo comentário em meu blog, e por fazer parte da minha vida (virtual....rsrs)
Ah! e quanto aos velhinhos...eles são eternos garotos propagandas do Universo com o slogan:" vale a pena tentar conviver"

Grande beijo